sábado, 30 de agosto de 2008

Sabe amor,

Tenho me sentido só,
Tenho com quem falar,
Mas pra conversar, desejo você...

Tenho pessoas ao meu lado
Mas quero teu colo

Enxergo muita gente,
Mas o que quero mesmo, é te ver

Dou risadas por instantes
Mas é o teu sorriso de menino que me diverte

Tenho companhia
Mas falta tua cumplicidade

Tenho desejos...
Anseio sua presença...

Tenho agora, amor...
Palavras que me permitem sonhar
E me levam até você.

Ana Paula Almeida
05/12/06

Um comentário:

Alanna disse...

Suas poesias mechem com o psiquico da gente, nos faz sentir abalada nos leva a momentos esquecidos, porém não menos belos que o presente! Parabéns!